Rua Floriano Peixoto, 300
Centro - Blumenau - SC
47. 3321-1000
Busca no site

Especialidades
Serviços

O Hospital Santa Isabel, visando sempre um atendimento completo e adequado a seus pacientes, bem como oferecer a comunidade uma diversidade de serviços abrangentes e atualizados, contempla as seguintes Especialidades Médicas:

Ginecologia


Ginecologia literalmente significa "a ciência da mulher", mas na Medicina é a especialidade que trata de doenças do sistema reprodutor feminino, útero, vagina e ovários. Quase todos Ginecologistas (médico especialista na área) atuais são também Obstetras.

No Brasil para o Médico receber o título de especialista em Ginecologia e Obstetrícia é necessário participar do programa de residência médica na área com duração de 3 anos. Alternativamente pode-se prestar concurso promovido pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO)


Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Setores que atendem nesta especialidade:

Mastologia ou Senologia (ramo da medicina que estuda a anatomia, a fisiologia e as patologias da mama; in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2013) é especialidade médica que se dedica ao estudo das glândulas mamárias. O Mastologista é o especialista que estuda, previne, diagnostica, trata e reabilita todas as doenças da mama. No Brasil, para especializar-se em Mastologia, o Médico deve realizar previamente residência médica em cirurgia geral ou tocoginecologia (2 a 3 anos antes de se especializar em Mastologia). A residência médica em Mastologia tem duração de dois anos. O Brasil, neste sentido, é pioneiro, com reconhecimento internacional. A Sociedade Brasileira de Mastologia é a entidade que representa a especialidade no Brasil. Quando estivermos diante de qualquer suspeita ou diagnóstico de quaisquer alterações nas mamas ou necessitarmos de respostas para dúvidas a esse respeito, devemos recorrer ao MASTOLOGISTA.

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saiba mais em:

Sociedade Brasileira de Mastologia

Medicina fetal é uma especialidade que visa o acomopanhamento detalhado de gestações atraves de aconselhamento genetico, ultra-sonografia e procedimentos invasivos, sempre visando o bem estar do binomio mãe-feto. Realiza ainda rastreamento de cromossopatias através da medida da TN, ducto venoso e osso nasal. É praticada por tocoginecologistas com treinamento em ultrassonografia e habilitação em medicina fetal.

O Ginecologista e Obstetra com área de atuação em Medicina Fetal é Fetólogo e está capacitado para exercer um ramo específico da ciência médica que pode ser definido como “Um conjunto de ações de finalidades distintas - preventivas, diagnósticas e terapêutica - destinadas a proteger, avaliar e assistir a Saúde do Feto. O Fetólogo domina conhecimentos fundamentais de embriologia, obstetrícia, genética médica, neonatologia, morfologia e dismorfologia fetais, fisiologia e fisiopatologia fetais, física médica.

O Fetólogo, por formação, conhece e domina métodos de diagnóstico de imagem e endoscópicos necessários para exame médico de seu paciente, o feto, quais sejam ultrassonografia, a ressonância nuclear magnética, a fetoscopia.

O Médico Fetal, em seu consultório, clínica, ambulatório ou hospital de atuação se relaciona com a gestante e familiares através da Consulta Médica Fetal, onde o profissional preenche suas anotações e prontuário médico, segundo normas gerais ditadas pelo Conselho Federal de Medicina. A Ressonância Nuclear Magnética tem cada vez mais colaborado no diagnóstico de anomalias estruturais fetais e síndromes genéticas.

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saiba mais em:

Rede Fetal Brasileira