Rua Floriano Peixoto, 300
Centro - Blumenau - SC
47. 3321-1000
Busca no site

Especialidades
Serviços

O Hospital Santa Isabel, visando sempre um atendimento completo e adequado a seus pacientes, bem como oferecer a comunidade uma diversidade de serviços abrangentes e atualizados, contempla as seguintes Especialidades Médicas:

Neurocirurgia


Neurocirurgia é a especialidade médica que se ocupa do tratamento de adultos e crianças portadores de doenças do sistema nervoso central e periférico, assim como tumores, doenças vasculares, traumas crânio-encefálicos e lesões raqui-medulares passíveis de abordagem cirúrgica.

No Brasil, após o término regular do curso (faculdade) de medicina de seis anos, atualmente a Residência em Neurocirurgia compreende mais 5 anos de estudos com prática clínica e cirúrgica. Licenciado como médico, o interessado em cumprir o programa da residência médica para se tornar Neurocirurgião, similar às outras especialidades médicas, deve realizar prova de acesso concorrendo com outros colegas médicos interessados e ser submetido à entrevista, pois as vagas são restritas a uma a quatro vaga em média na maioria dos serviços. O programa oficial de residência médica é definido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) em parceria com a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, que fornece o título de especialista, de comum acordo com a Associação Médica Brasileira. Pode ainda haver um 6º ano opcional dentro do programa da residência, de subespecialização.

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saiba mais em:

Sociedade Brasileira de Neurocirurgia

Setores que atendem nesta especialidade:

A Neuroradiologia Intervencionista ou Neurocirurgia Endovascular é uma especialidade médica que permite o tratamento cirúrgico de algumas doenças vasculares do sistema nervoso central usando técnica minimamente invasiva.

O acesso cirúrgico é realizado por via percutânea, através de uma pequena punção na virilha com introdução de microcatéteres que são guiados pelos vasos utilizando recursos avançados de imagem. Os procedimentos podem ser realizados sob anestesia local ou geral, conforme a duração da cirurgia.

Esta característica pouco invasiva da intervenção permite que o paciente possa receber alta hospitalar precocemente (1-3 dias em média pós-procedimento). Outra vantagem refere-se ao risco de infecção, que é praticamente inexistente, pois não há cortes, drenos ou pontos a serem retirados.

Dentre as doenças mais comuns tratadas por esta especialidade destacam-se doenças cérebro vasculares (DCV): os aneurismas (dilatações) cerebrais, as oclusões vasculares e as malformações arteriovenosas.