Rua Floriano Peixoto, 300
Centro - Blumenau - SC
47. 3321-1000
Busca no site

Especialidades
Serviços

O Hospital Santa Isabel, visando sempre um atendimento completo e adequado a seus pacientes, bem como oferecer a comunidade uma diversidade de serviços abrangentes e atualizados, contempla as seguintes Especialidades Médicas:

Hematologia e Hemoterapia


Hematologia é o ramo da Medicina que estuda o sangue. A palavra é composta pelos radicais gregos:Haima (dehaimatos), "sangue" elógos, "estudo, tratado, discurso".

A Hematologia estuda, principalmente, os elementos figurados do sangue: hemácias (glóbulos vermelhos), leucócitos (glóbulos brancos) e plaquetas. Estuda, também, a produção desses elementos e os órgãos onde eles são produzidos (órgãos hematopoiéticos): medula óssea, baço e linfonodos.

Além de estudar o estado de normalidade dos elementos sanguíneos e dos órgãos hematopoiéticos, estuda as doenças a eles relacionadas.

Hemoterapia é o emprego terapêutico do sangue, que pode ser transfundido com seus componentes (hemocomponentes) e derivados (hemoderivados).[1]

Os componentes sanguíneos (hemocomponentes) são obtidos através de processos físicos e são eles: concentrado de hemácias, plasma fresco congelado, concentrado de plaquetas e crioprecipitado. Já os derivados sanguíneos (hemoderivados) são fabricados através da industrialização do plasma e são eles: albumina, imunoglobulinas e fatores da coagulação (Fator VII, Fator VIII, Fator IX, além dos complexos protombínicos).

Os principais hemocomponentes utilizados na terapia transfusional são: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, plasma fresco congelado e crioprecipitado. Não se deve usar plasma normal (sem os fatores de coagulação) para a transfusão, ficando seu uso restrito à indústria. Os hemoderivados mais usados são:albumina, imunoglobina, preparados hemofílicos (fator VIII e fator IX).

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.


O hematologista é o médico especializado no sangue e nas doenças que o afetam. Esse profissional cuida de doenças como anemias, tromboses, hemofilias, leucemias, entre outras. Para ser hematologista, o profissional graduado em Medicina deve cursar uma especialização na área. Nesse período, o profissional tem oportunidade de ampliar seus conhecimentos em procedimentos e doenças específicas.

Os hematologistas podem trabalhar na área clínica e também ambulatorial, sem contar laboratórios de análise e hemocentros. É possível também participar de cirurgias de transplante de medula óssea, desde que tenha especialização para esse procedimento.

Já o hemoterapeuta é o profissional responsável pelos procedimentos terapêuticos com o sangue e seus componentes, que podem ser obtidos via concentrado de hemácias, plasma fresco congelado, concentrado de plaquetas e crioprecipitado.

Os derivados sanguíneos (hemoderivados) são fabricados através da industrialização do plasma e são eles: albumina, imunoglobulinas e fatores de coagulação que são os fatores VII, VIII e IX, além dos complexos protrombínicos.

Saiba mais em:

Associação Brasileira de hematologia,Hemoterapia e Terapia celular