Rua Floriano Peixoto, 300
Centro - Blumenau - SC
47. 3321-1000
Busca no site

Portal de novidades
Santa Isabel

12 de novembro de 2015

Como montar um Prato Saudável

A sociedade se transforma constantemente, cada vez em um ritmo mais acelerado de trabalho e produtividade. Mesmo que estas mudanças tenham sua importância nos âmbitos econômico e político, seus efeitos nos hábitos alimentares dos indivíduos, inclusive dos brasileiros, é seriamente negativo.

Uma grande preocupação de saúde que se tem com a população é a frequência com que as pessoas se alimentam fora de casa, pois a oferta de diferentes opções é alta e em boa parte dos casos os indivíduos tem a impressão de que o menos saudável é o que custa menos ao fim do mês.

Saber escolher e valorizar a composição adequada de seu prato é muito importante!

Por esta razão, apresentamos a seguir uma série de passos que,  quando seguidos, facilitam as escolhas alimentares em restaurantes e o planejamento das refeições em casa, promovem saúde e previnem doenças em curto e longo prazo. Você perceberá que, com as escolhas adequadas, o MAIS SAUDÁVEL é, sim, o MAIS BARATO e MAIS SABOROSO, não somente hoje, mas no seu futuro também!

1. Preencha quase toda a metade do prato com hortaliças cruas e também cozidas. Varie as cores e valorize os vegetais que são típicos de sua região;

2. Tempere a salada comóleos vegetais(como oazeite de oliva) ou com oleaginosas (castanha-do-Brasil, nozes, amêndoas) ou ainda com sementes (girassol, gergelim, linhaça). Mas atenção na quantidade! Uma colher de sobremesa destes alimentos já é o suficiente.

3. Quase um quarto de seu prato deve ser composto por alimentos como cereais, tubérculos e raízes (arroz, batatas, mandioca, macarrão). Sempre que possível, prefira-os na forma integral e parboilizado;

4. Insira pelo menos uma porção diária de leguminosas em seu prato (diversas variedades defeijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico). Equilibre duas partes de arroz para uma de feijão. Esta é uma combinação completa em proteínas!

5. Escolha sua opção de carne ou ovos, preferindo as opções com menor teor de gordura, como as carnes brancas (frango e peixe). As carnes vermelhas (bovina e suína) devem ser consumidas em menor quantidade e reduzida na frequência semanal, por serem mais ricas em gordura, principalmente as saturadas;

6. Por fim, escolha a fruta. Ela pode servir como sobremesa  ou como integrante de sua salada, completando a metade do prato previamente preenchida com hortaliças. Consuma frutas da época e de sua região!

Autor da postagem: Anice Milbratz de Camargo (Estagiária de Nutrição – FURB)
Fonte: Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição: um modo de fazer (ABREU; SPINELLI; PINTO, 2007)


Compartilhe nas redes sociais

Confira outras novidades do portal