Rua Floriano Peixoto, 300
Centro - Blumenau - SC
47. 3321-1000
Busca no site

Portal de novidades
Santa Isabel

21 de março de 2017

Simpósio Interdisciplinar aborda Segurança do Paciente

A cada dois anos o COCIEN (Comissão Científica de Enfermagem) do Hospital Santa Isabel organiza um Simpósio Interdisciplinar contando com a presença de renomados profissionais dispostos a dividir conhecimento e compartilhar informações. Este ano teve a parceria do CEHOSI (Centro de Estudos do Hospital Santa Isabel). O tema escolhido foi “SEGURANÇA DO PACIENTE, compreendendo o cuidado centrado na pessoa” e foi realizado nos dias 16 e 17 de março de 2017 no Teatro Carlos Gomes.

A Segurança do Paciente é prioridade dentro de uma instituição de saúde, envolve várias ações que precisam ser realizadas para reduzir a um mínimo aceitável, o risco de dano, tais como: Identificar os pacientes corretamente, melhorar a efetividade da comunicação entre profissionais da assistência, melhorar a segurança das medicações de alta vigilância, assegurar cirurgias com local de intervenção correto, procedimento correto e paciente correto, reduzir o risco de infecções associadas aos cuidados de saúde e reduzir o risco de queda e úlceras por pressão.

Além dos discursos da Secretária de Saúde Márcia Regina de Souza Soar, representando o prefeito de Blumenau, Sr. Napoleão Bernanrdes, o Diretor Executivo Regional, Sr. Juliano Petters, o Diretor Executivo do HSI, Sr. Dirceu Rodrigues Dias, a Diretora Técnica, Dra. Marianne Ramos de Lima e Silva, a cerimônia de abertura contou com o canto do hino nacional, ao vivo, por Áurea Machado de Matos Schluter, a apresentação musical do Grupo de Canto Vozes ao Vento e o lançamento da revista Enfermagem pela Excelência 2017 anunciado pela Gerente Assistencial Márcia Regina Fidauza.

 Drª Camila Sardenberg, Diretora Corporativa de Qualidade e Segurança do Paciente da Associação Congregação de Santa Catarina, após a abertura, iniciou com a palestra “Segurança do paciente como dimensão da qualidade do cuidado de saúde”, onde expôs cases que contavam erros nos processos de alguns renomados hospitais. Citou o final da década de 90 onde os hospitais proporcionavam um ambiente perigoso de trabalho com a famosa cultura punitiva. Afinal, os seres humanos sempre irão cometer erros, não é culpando e difamando que os problemas são solucionados. Os sistemas precisam ser revistos, pois muitos deles são mal desenhados e facilitam os efeitos adversos.  

Para o segundo dia os inscritos no Simpósio assistiram a palestra "Compreendendo o Protocolo de Sepse", com a enfermeira Mariana Barbosa Monteiro, Coordenadora de protocolo sepse do Instituto Latino Americano de Sepse. 

 Os aspectos legais relacionados a assistência de saúde foram tratados pela Doutora e Mestre em Enfermagem Kazuko Uchikawa Graziano.

 Após o almoço ocorreu um momento de descontração. Os presentes foram convidados a dançar com as psicólogas do HSI, ao som de “Follow the Leader” (Siga o Líder) do grupo cubano de hip hop. S.B.S. 

O primeiro palestrante da tarde foi o Dr. Lucas Zambon, Assessor de práticas assistenciais da Superintendência Médica do Hospital Samaritano e diretor cientifico do IBSP Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente. Dr. Lucas abordou o tema: "Incidência de Erros no Diagnóstico". Segundo ele, o acerto no diagnóstico não é apenas uma questão de tempo, é necessário observar a falha no processo. Ao final da palestra mencionou os avanços alcançados em tecnologia artificial deixando no ar a pergunta: “No futuro quem sabe você seja atendido primeiramente por um robô?” 

Finalizando a tarde do Simpósio Multidisciplinar o Doutor em estatística, professor da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), sócio da EDTI Projeto de Melhoria e Inovação e consultor do Institute for Healthcare Improvement (IHI), Ademir Petenate palestrou sobre o Monitoramento de Indicadores como Ferramenta de Gestão. Dr. Ademir explica que as empresas precisam de medição, que é necessário planejar para melhorar o sistema como um todo e que toda melhoria requer uma mudança. Portanto, é necessário sair da opinião para apresentar dados. 



Compartilhe nas redes sociais

Confira outras novidades do portal